A CORRIDA NÃO É SEMPRE PARA O MAIS RÁPIDO...... MAS PARA AQUELE QUE CONTINUA CORRENDO.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

O TREINO E O XXII G.P. FIM DA EUROPA

O Treino

Hoje fui correr 1 hora ao Circuito de Manutenção do Parque da Boba na Amadora que fica num aterro sanitário desactivado, tapado e embelezado. Tem um caminho em alcatrão em todo o seu redor e outro a atravessá-lo, com uma  distância  de +- 2km.
.
" Lixeira da Boba que serviu o município de Lisboa até ao seu encerramento em 1985. Foi a maior lixeira do país."  retirado de  Valorsul
.
Como passo todos os dias na estrada junto ao Circuito Manutenção via no percurso umas subidas e descidas ligeiras, resolvi experimentar, só que na parte não avistada da estrada as subidas são tipo “parede” só a andar consegui subi-las.

No final ao ler um placard na entrada, onde estava o mapa do percurso, constava nele que o percurso deste Circuito é de dificuldade alta no anel exterior e de dificuldade média no caminho que o atravessa ao meio.
No ponto mais alto deste circuito tem uma vista agradável.

Este é um percurso onde dificílmente voltarei a correr, quem o idealizou de certeza que nunca correu na vida, até a percorrê-lo a andar é difícil.

-
-







XXII Grande Prémio Fim da Europa - 2011
30 de Janeiro de 2011
10 horas


“Voltarei para o ano se a saúde a "energia " e a motivação me permitirem.”

Com esta frase terminei a mensagem que descrevia a minha corrida no Grande Prémio do Fim da Europa de 2010, até parece que foi ontem e já passou um ano.

Estarei presente mais uma vez ( pelo 4º ano consecutivo ), numa das corridas com o percurso em estrada, mais aprazível de Portugal.

Até já

4 comentários:

  1. Amigo José, conheço mal aquele sítio mas lembro-me bem dos problemas que aquela licheira provocou aos habitantes que por ali moravam na altura, e já lá vão uns bons anos.
    Não sabia qual era o estado actual daquilo mas fico satisfeito por saber que aquele espaço foi transformado em Parque de Lazer, incluíndo um Circuito de Manutenção.
    Por certo andará por lá muitos amigos que gostam da corrida e para quem conhece a Amadora é fácil de concluir que aquilo é uma dávida no meio daquele emanharado de cimento armado. A dificuldade aparente é de somenos importãncia, corremos sempre na base das nossas capacidades, a subir, no plano ou a descer, é como quem diz: quem não tem cão caça com gato!!!
    A lixeira da Boba foi criada numa encosta aproveitando um pequeno vale que lá existia e a sua recuperação pela Autarquia depois do seu encerramento para actividades de Lazer é sempre de saudar, cabe depois a cada um servir-se daquele espaço conforme as suas necessidades e capacidades. Quanto a si caro amigo não desista de lá voltar, existem sempre alternativas menos penosas e vai ver que dentro em pouco terá uma ideia diferente da que tem hoje.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. José

    Que rico espaço para treinares para futuros trails.

    :)

    Não conheço a zona mas se foi o aproveitar da lixeira para uma actividade de lazer é bem vista sim senhor!

    Olha que o GP Fim de Europa também tem umas subidas muito razoáveis.

    Aproveita e com mais uns treinos ficas a gostar disso, pois como diz a amiga Otília, "quando não se pode correr, anda-se". Ora aí está um bom conselho.

    Abraços e até ao Fim da Europa.

    ResponderEliminar
  3. Olá José
    Bela prova numa das regiões mais bonitas do nosso país.
    Votos de boa prova para todos os que vão participar.

    ResponderEliminar